Como parar de beber?

Como parar de beber, se em todo o mundo, a bebida se tornou um oásis de prazer para muitas pessoas, seja pela forma que é vista pela indústria de entretenimento, mídias sociais, entre outros aspectos, envolvendo sua percepção em torno de questões culturais e psicológicas um tanto preocupantes.

O que poucos informam sobre a bebida:

  • É uma substância depressora;
  • Engorda muito a cada 100 gramas á 295 calorias, segundo o relatório global sobre álcool e saúde;
  • Leva a falta de memorização; 
  • Não existe medida certa;
  • Quase o dobro de risco de derrame.

A bebida é sem dúvida um meio pouco viável para a resolução dos problemas,ao contrário disso,como avaliado é primariamente  bem mais nocivo do que se imagina. No entanto,não são tantos os casos de pessoas que saíram do vício antes de ter sérios problemas em sua saúde, é essencial entender então  como tratar esse mal.

Outras formas para parar de beber

Afinal, uma das diversas formas conjuntas de se tratar o alcoolismo começa na mente ao decidir totalmente se ver livre do álcool e parar de beber, após isso são tomadas atitudes que fazem jus a essa decisão como:

  • Retirar todo o álcool que estava ao seu dispor antes;
  • Começar a dizer não a eventos;
  • Ocasiões e situações em que podem ocorrer recaídas;
  • Adquirir tratamentos naturais eficazes e testados;
  • Praticar atividades físicas, valorizar o processo percorrido;
  • Tratar com um psicólogo a raiz da sua dependência;
  • Investir em uma alimentação que não combina com bebida;
  • Ir a grupos de apoios, entre outros.

Contudo, dependendo do caso será necessário um tempo em uma clínica de reabilitação quando não há certeza que conseguirá se desintoxicar sozinho. Enfim um acompanhamento médico, em qualquer que seja a singularidade é crucial para o bom desempenho do tratamento para quem quer parar de beber.

Que seja visível em você a perseverança para buscar a solução do seu vício mesmo em meio a tanta vontade, traçando assim um futuro possível e melhor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *